Homeopatia em Curitiba
Clínica Waldemiro Pereira

 

 

Rua José Loureiro, 11 / sala 01
Centro de Curitiba (Paraná, Brasil)
CEP 80010-000

 

Fone (41) 3222-5906 / (41) 9-8717-6521
Email: ch.wp@hotmail.com
 
Diretor Técnico:
Dr. Paulo Venturelli
CRM-PR 22.154 RQE 18.845

 

Releitura

 

Rubrica Morfológica em Reclassificação Metabólica

Levando em conta apenas três biotipos principais, quais sejam, nitrogenoide, hidrogenoide e oxigenoide, sendo que a morfologia oxigenoide poderia englobar as classificações tanto de Grauvogl quanto de Nebel e Vannier, pode ser feita uma rubrica metabólica de três tipos apenas; o que isso não invalida a rubrica metabólica de quatro biotipos, bem como ambas as rubricas metabólicas não invalidam as demais.

 

Assim sendo, um determinado medicamento pode pontuar em uma rubrica e em outra, de acordo com critérios de cada classificação e conforme o quadro clínico e repertorial de cada indivíduo.

 

Devendo se ter em mente, todavia, que o mais importante para a prescrição homeopática não são os biotipos ou as constituições, uma vez que os temperamentos são superiores pelos seus aspectos mentais, importando ainda mais a síndrome mínima de valor máximo (SMVM) como principal critério prescricional.

 

Na SMVM o estado mental é mais valorizado e, especialmente, a individualização da sintomatologia através dos fatores mais peculiares e específicos, que sejam mais inerentes ao indivíduo a ser tratado do que à doença a ser diagnosticada e prognosticada, embora esta seja também relevante.

 

1) Biotipo hidrogenoide ou estado hipertrófico: Grupo do ouro

 

a) Grau principal: Aurum metallicum, Calcarea carbonica e Graphites.

 

b) Grau secundário: Uranium nitricum e Antimonium crudum (e ainda Niccolum sulphuricum 4 DH em quadros de alergia e ortopédicos ou reumatológicos).

 

c) Grau terciário: Cerium oxalicum e Baryta carbonica.

 

2) Biotipo nitrogenoide ou estado eutrófico: Grupo da prata

 

a) Grau principal: Argentum nitricum, Sulphur e Metallum album.

 

b) Grau secundário: Tellurium (e Niccolum sulphuricum 4 DH em quadros de alergia e ortopédicos ou reumatológicos, ademais de Nitri acidum 4 DH em afecções dermatológicas).

 

c) Grau terciário: Uranium nitricum (lembrando que alguns pacientes com diabete mélito tipo 2 ou com dislipidemia não são obesos).

 

3) Biotipo oxigenoide ou estado hipotrófico: Grupo do bronze

 

a) Grau principal: Silicea, Phosphorus e Mercurius.

 

b) Grau secundário: Stannum metallicum ou Stannum iodatum (e Nitri acidum 4 DH em quadros dermatológicos) além de Sepia off e Ambra grisea.

 

c) Grau terciário: Plumbum metallicum ou Plumbum iodatum, Selenium e Secale cornutum (micélio produtor de alcaloide do Ergot, lembrando que ergosterol é um álcool do tipo esterol o qual é precursor da Vitamina D₂) .

 

Dr. Paulo Venturelli